Como desenvolver a autodisciplina

Você já fez uma lista de tarefas e conseguiu fazer apenas um ou duas atividades que estavam na lista? Você se sentiu muito frustrado por isso?

Eu já! E me senti péssima!!

Isso acontece porque não temos foco suficiente e o empenho necessário. Bate aquela preguicinha…

Mas, para acabar com a preguiça e a procrastinação é preciso desenvolver a autodisciplina.

Autodisciplina significa exercitar poder sobre nós mesmos. É a habilidade de manter a nós mesmos sob controle.

É o que nos diferencia do resto dos animais, nós conseguimos ir contra nossos instintos primitivos.

Nós temos a capacidade de escolher se esforçar para atingir nossos objetivos, ao invés de nos deixar levar por nossos desejos de curto prazo.

Todos nós sabemos quais são as coisas que nos tiram do foco, do objetivo.

Se você não sabe por onde começar a ter autodisciplina, esse post é para te ajudar!

São apenas cinco ações que farão com que você seja disciplinado e comprometido com você mesmo:

1- Fuja das distrações

Deixe o celular, redes sociais e TV de lado quando estiver realizando uma tarefa.
Fuja de tudo o que pode te tirar do foco, crie uma barreira de proteção contra tais coisas.

Procure um lugar calmo para estudar, vá para qualquer lugar que te deixe longe de suas distrações.

Se o seu objetivo é emagrecer, quando for ao mercado passe longe das prateleiras tentadoras de doces e porcarias.

2- Programe pausas e recompensas entre as suas atividades

Não pense que em apenas um dia você será a pessoa mais disciplinada do mundo!

Aquela lista de tarefas gigantesca que você fez no começo da semana não vai ser 100% concluída, esqueça!

Nós somos humanos e nos cansamos, leve isso em consideração. Caso contrário, quando não conseguir cumprir tudo o que se programou para fazer ficará frustrado e desanimado.

Uma boa estratégia para te motivar é usar recompensas para cada tarefa concluída.

Separe por exemplo, 30 minutos para fazer uma atividade relaxante. A cada 15 páginas lidas de um livro, se dê um mimo, pode ser uma bala…

Se você manteve a dieta durante a semana, no fim de semana coma uma sobremesa sem culpa!

3- Faça o que é importante primeiro

Fazer o café da manhã é mais importante do checar seu Facebook e Instagram, certo?

Não coloque coisas fúteis como prioridade na sua vida.

Faça o que é importante primeiro!

4- Comece devagar e vá aumentando gradativamente

O erro mais comum do ser humano é buscar resultados rápidos, não existe mágica.

É querer emagrecer 10 kg em uma semana, estudar para um concurso importante em apenas um mês, é querer ficar com “corpo de verão” treinando no verão…

Esse é o caminho mais rápido para o fracasso. Continue agindo assim e veja todos os seus planos escorrendo pelo ralo.

A tendência diante do fracasso de metas inatingíveis, é nos sentirmos fracassados, desanimados e abandonarmos tudo de vez. Então comece devagar!

Caso queira emagrecer, comece trocando os doces pelas frutas, caminhe por 30 min. três vezes na semana, e quando se sentir confortável, aumente seu objetivo mais um pouco.

5- Ser consistente

Seja consistente, se esforce para ser disciplinado todos os dias.

Mesmo que no começo seja difícil se manter firme, insista. Com o tempo essas atitudes se tornarão hábitos e já não será difícil fazer tais atividades.

Deixe a preguiça de lado e comece!! Agora você precisa agir!!!

Gostou desse post? Deixe seu comentário!

Redes sociais

Instagram: @matozolarissa

Facebook: Coisas de Larissa

Bjsss L.C 

Fonte: canal do Youtube: Seja uma pessoa melhor

Imagens: Google

Freezer organizado e a validade dos alimentos congelados

Manter a geladeira e o freezer organizado é essencial para a saúde, ficar de olho na validade dos alimentos congelados, mais ainda!

Já tem post aqui no blog sobre organização da geladeira, clique AQUI para ler mais!

Sim! Alimentos congelados tem validade!!

O congelamento é uma das formas mais comuns e seguras de conservar alimentos. O congelamento mantém o produto em um estado mais próximo ao original, imobilizando a água presente nele e dificultando as reações microbiológicas. Assim, evitando o crescimento de microorganismos capazes de causar intoxicações.

Para congelar o alimento, no entanto, é necessário estar atento à temperatura -que deve ser de pelo menos -18ºC – e ao tempo que os produtos ficam no freezer.

Confira abaixo a lista de alimentos e a validade de cada um quando congelados:

Alimentos/Validade no freezer

  • Carne moída – 3 a 4 meses
  • Carne — 8 a 12 meses
  • Aves — 9 a 12 meses
  • Peixe – 3 a 6 meses
  • Sopas/Cozidos — 2 a 3 meses
  • Almôndegas/Bolo de carne — 2 a 3 meses
  • Pão — 1 a 2 meses
  • Salsicha/Bacon/Embutidos (embalagem aberta ou fechada) — 1 a 2 meses
  • Sorvete (embalagem aberta) — 1 a 2 meses
  • Comida processada – 3 a 4 meses
  • Vegetais/Frutas — 5 a 6 meses

Outros

Arroz – até 3 meses
O arroz deve ser congelado em pequenas porções que serão consumidas na hora, em recipientes de plástico com total vedação na tampa, próprios para o freezer. Para garantir a durabilidade, é importante congelar o alimento fresco, logo após o preparo. Por ser manipulado e temperado, dura poucos meses no freezer.

Massas prontas – até 3 meses

No caso das massas, é recomendado congelar em embalagens de plástico e, se for congelar junto com o molho, o ideal é uma embalagem de vidro. O alimento pode durar até três meses no freezer e a durabilidade é comprometida caso possua recheio.

Molhos e sopas – 2 a 3 meses

Os molhos e sopas podem ser congelados em recipientes de vidro bem tampados, que são indicados para o armazenamento de líquidos em geral. O tempo de conservação no freezer é de dois a três meses, dependendo da quantidade de gordura do alimento.

Queijo – 1 mês

Os queijos frescos não devem ser congelados por conterem muito líquido. Os demais, embora sejam mais consistentes, têm uma durabilidade curta devido à facilidade de entrada de bactérias. Assim, esses alimentos devem ficar congelados por no máximo um mês.

Dica –Coloque etiquetas no potes/saquinhos dos alimentos que serão congelados com a data de validade. Isso facilitará muito sua vida!

Esse post foi útil para você? Conta pra mim!!

Gostou desse post? Deixe seu comentário!

Redes sociais

Instagram: @matozolarissa

Facebook: Coisas de Larissa

Bjsss L.C 

Fonte: https://vivabem.uol.com.br/listas/por-quanto-tempo-da-para-congelar-cada-alimento.htm

http://luciliadiniz.com/validade-na-era-gelo/

Imagens: Google

Dicas práticas para organizar os documentos

Manter seus documentos e papelada em ordem é de extrema importância. Os papéis precisam de um lugar próprio e de fácil acesso.

Quem nunca precisou procurar um papel super importante e, na correria não conseguiu encontrá-lo? Comigo já aconteceu!

Quando os papéis se acumulam é muito fácil se perder na montanha deles que lotam as gavetas. O jeito é organizar a papelada.

Separei algumas dicas super legais para te ajudar, que eu utilizo também e facilitam muito a minha vida.

Confira!

1- Reúna tudo e jogue fora o que você não precisa mais

Apanhe uma caixa qualquer e comece a andar pela casa reunindo todos os papéis que estiverem espalhados ou em desordem. Olhe na sala, na cozinha, no escritório, no quarto e dentro de qualquer gaveta ou cantinho onde possa haver um papel espalhado. Coloque todos eles dentro da caixa sem se preocupar se este ou aquele devem ir para o lixo.

Despeje todo o conteúdo da caixa no chão e comece a organizar a papelada pensando primeiramente em quais documentos podem ser descartados. Não perca tempo arquivando papéis desnecessários. 

2- Separe por categorias

Por que categorizá-los? Assim fica mais fácil encontrá-los uma vez que estão separados por categorias. Para isso, pegue aquela pilha de documentos que precisam ser arquivados e comece a separá-los e organizá-los. Algumas das categorias mais comuns são:

Seguros – de carro, casa, vida, invalidez, médico.

Finanças – contas bancárias, contas de crédito, hipotecas, investimentos.

Propriedades – recibos relativos à casa (reformas, decoração, objetos de valor), manuais e recibos de equipamentos eletroeletrônicos, documentos de compra de automóveis e recibos de oficinas.

Impostos – recibos do ano em curso e outros documentos relativos a taxas em geral.

Registros médicos.

Registros veterinários

3- Organize os documentos em pastas

Agora que você já separou os documentos em categorias, é hora de começar a guardá-los. Existem caixas, maletas e pastas dos mais diferentes tamanhos, formatos e cores nas papelarias. Você deve escolher o método que melhor se adapte as suas necessidades. Por exemplo, se você vai guardar a papelada em uma gaveta grande, opte pelas pastas comuns e pastas sanfonadas.

4- Contas a pagar / pagas

É interessante criar um arquivo apenas para as contas a pagar. Separe uma pasta ou uma caixa apenas para isso. Você deve deixá-la sempre ao alcance das mãos para colocar ali todas as contas a pagar. Outra ideia: você pode também organizar as contas a pagar em uma pasta sanfonada onde cada divisão destine-se a um mês do ano e ir guardando ali as contas por mês de vencimento. Faça como parecer melhor para você!

Aqui em casa eu organizo da seguinte forma: as contas a pagar que vão chegando vamos colocando em uma caixinha, conforme elas vão sendo pagas eu coloco numa pasta sanfonada, onde separei pelos meses do ano. Todas as contas pagas de Janeiro ficam na separação de Janeiro na pasta sanfonada.

Quando o ano acaba, eu junto as contas pagas de todos os meses e guardo numa terceira caixa por um período. Depois, elas vão para o lixo.

5- Documentos pessoais

Também é muito importante cada membro da família ter uma pasta com seu nome.

Você pode usar uma pasta grande etiquetada com o nome da pessoa e dentro dessa pasta crias subcategorias, também etiquetadas.

EXTRA

Você tem dúvida com relação ao tempo que precisa guardar cada documento? Via de regras, são os seguintes:

Quais documentos guardar por 1 ano

♦ Contratos de seguro

♦ Canhotos do cartão de crédito

♦ Extratos bancários e dos cartões de crédito

Quais documentos guardar por 5 anos

♦ Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF)

♦ Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU)

♦ Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA)

♦ Comprovantes de pagamento de contas de água, luz, telefone e outros serviços essenciais

♦ Comprovantes de pagamento de aluguel

♦ Comprovantes de pagamento de cartões de crédito

♦ Comprovante de pagamento de mensalidades escolares

♦ Comprovante de pagamento de cursos livres

Quais documentos guardar por 10 anos

♦ Declarações de quitação do pagamento de condomínio

Quais documentos guardar para sempre

♦ Documentos pessoais

♦ Certidões

♦ Passaportes

♦ Escrituras

♦ Carnês do INSS

♦ Hollerites

♦ Testamento





Gostou desse post? Deixe seu comentário!

Redes sociais

Instagram: @matozolarissa

Facebook: Coisas de Larissa 

Bjsss L.C <3

Fonte: https://www.casinhaarrumada.com/2018/07/como-organizar-a-papelada-em-5-etapas-contas-e-documentos.html

Imagens: Google

Sua casa reflete o seu interior

A nossa casa é uma extensão do nosso próprio EU, assim sendo, desde a escolha de objetos, cores, organização, limpeza etc, tudo está relacionado à maneira que nos tratamos, bem como reflete nossa personalidade e as coisas que nos são importantes.

Quando eu morava em outra cidade, frequentava o grupo de mulheres da igreja e elas batiam muito na tecla de que nossa casa exterioriza o nosso interior.

Minha casa era muito bem arrumada, com cada coisa em seu lugar, limpinha… Assim como uma casa deve ser. Mas, em uma dessas reuniões me lembrei de que havia um quarto em minha casa onde nós depositávamos todas as bagunças.

O quarto seria um escritório, mas ele nunca se tornou um. Colocávamos lá caixas e mais caixas, coisas velhas, que poderiam ter utilidade algum dia (e nunca tiveram), lá tinha de tudo! E era um quarto bagunçado!! Eu não deixava ninguém entrar nesse quarto, se a visita chegava ele logo era trancado com chave.

Foi então que percebi que eu guardava bem escondido dentro de mim um quarto da bagunça.

Eu ia despejando lá todos os sentimentos, pensamentos, pessoas, lembranças, defeitos… tudo o que eu não queria lembrar, sentir e pôr pra fora.

Não queria lembrar e pensar em tais coisas, então remontava tudo nesse quartinho dentro de mim. Eu tinha um quartinho da bagunça interior, assim como tinha um quartinho da bagunça na minha casa.

Talvez você não acredite que uma coisa tem haver com a outra, mas tem!

Quer exemplos? Casas muito bagunçadas refletem um interior confuso, pessoas que precisam se reestruturar novamente. Quando os pensamentos estão confusos e desordenados, automaticamente deixamos de organizar nosso lar. Prestem atenção quando a bagunça se instalar, isso denota uma tendência a estados depressivos, serve como um alerta!

Ambientes muito escuros e fechados revelam pessoas que possuem grande dificuldade de relacionamentos. Normalmente são pessoas tímidas e que acreditam que o mundo é uma ameaça.  Quanto mais luz e ventilação, maior a entrega nos relacionamentos em geral.

E o que dizer das paredes que começam a sofrer com umidade e bolor? Quando as paredes começam a embolorar, significa que há pessoas que necessitam de cura dentro deste imóvel ou pode ser a família toda. Vale lembrar que a doença não é só física, muitas vezes, são padrões mentais negativos que precisam ser transformados. Pessoas que vibram muita negatividade, reativas  e que não acreditam no melhor da vida.

Armários abarrotados, excessos de objetos, revelam pessoas acumuladoras. São aquelas pessoas que possuem dificuldades em desapegar e, ao mesmo tempo, estão muito presas ao passado e lembranças. Tais pessoas podem ter dificuldade em perdoar e em compartilhar o seu melhor com os outros, revelando avareza.

Vazamentos hidráulicos revelam pessoas que possuem grande dificuldade de fluir com a vida.  Geralmente, revelam pessoas controladoras. As pessoas controladoras precisam de muitas confirmações para se sentirem seguras, mas, na verdade, o excesso de controle revela uma carência que precisa ser curada. Quando os vazamentos se instalam, as perdas financeiras ocorrem concomitantemente.

As portas de entrada são a principal atração de um imóvel,  isso porque elas revelam sobre como são seus moradores em personalidade e nos cuidados pessoais. As portas estão relacionadas com a autoestima. Quando uma porta está deteriorada, emperrada, suja etc, revela a falta de amor consigo mesmo e isso refletirá na vida em geral. 

Viu como nossa casa nos alerta sobre nosso interior? Ninguém consegue viver em meio a bagunça, certo?!

Comece a prestar mais atenção na sua casa e em você. Você e sua casa merecem ser limpos e livres de toda a sujeira.

Não sabe por onde começar? Tem um post no blog falando sobre ‘destralhar’, ‘desapegar’ nesse post dou muitas dicas legais para você começar. (AQUI)

Desde o ano passado estou fazendo uma catança em minha casa e em meu interior. Muitas coisas mudaram, mas ainda há muito pela frente.

Espero que esse post possa te ajudar a identificar certas situações em sua vida e que você tenha ânimo para sair do lugar!

Gostou desse post? Deixe seu comentário!

Redes sociais

Instagram: @matozolarissa

Facebook: Coisas de Larissa 

Bjsss L.C <3

Fonte: https://www.revistahabitare.com.br/decoracao/sua-casa-reflete-o-seu-interior/

Imagem: Google