Jejum Intermitente, o que é?

Você já ouviu falar em jejum intermitente?

Jejum intermitente um método de emagrecimento que visa intercalar períodos de jejum com períodos de alimentação. O objetivo é fazer com que o corpo utilize os estoques de gordura e com isso haja uma perda de massa gorda.

Apesar de não ser uma ideia recente (o jejum era muito comum na época paleolítica, em que o ser humano vivia de caça e não tinha acesso a alimentos o tempo todo), jejuar para perder peso começou a fazer sucesso apenas em 2013, após o médico inglês Michael Mosley lançar o livro “A Dieta dos 2 Dias”. Desde então o jejum intermitente se popularizou. Mas será que é uma boa dieta?

A rotina de alguém que quer seguir uma dieta saudável, balanceada e trabalha, por exemplo. É aquela dor de cabeça, na noite anterior prepara-se marmitinhas para o dia todo. Café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, café da tarde, jantar, ceia, e olhe lá se não tiver mais alguma refeição. O Jejum Intermitente promete mudar esse problema, pois consiste em fazer refeições mais balanceadas, menos vezes por dia.

Normalmente tem duração de 8, 10, 16 ou 24 horas por dia. No 16 por 8, por exemplo, o indivíduo fica 16 horas de jejum seguidas e tem 8 horas de alimentação liberada. Nesse formato, a última refeição do dia é às 21h, aproveita as horas do sono e, então, a próxima refeição vai ser só às 13h do dia seguinte.

Durante o período de jejum você só pode ingerir líquidos: água, leite, chá e café, mas sem açúcar nenhum!

Nas 8 horas em que passa comendo é ideal seguir uma dieta balanceada e abrir mão o máximo possível dos carboidratos ruins, mantendo somente carboidratos bons.

É bom lembrar também, que esse tipo de dieta só tem efeitos positivos se os alimentos consumidos durante as “janelas de alimentação” tiverem alto valor nutricional. Os nutricionistas também apontam para a inclusão de gorduras essenciais (peixes, nozes e sementes), fontes magras de proteína, grãos inteiros, carboidratos, e abundância de frutas e vegetais, para o corpo obter quantidades necessárias de fibra dietética, vitaminas e minerais.

Ok, você deve estar perguntando se o jejum intermitente realmente emagrece…

Um estudo gigante publicado em 2017 no periódico Journal of the International Society of Sports Nutrition sugere que o jejum intermitente é igualmente eficaz para a perda de peso como a restrição diária de calorias (a tradicional dieta), principalmente entre aqueles com excesso de peso e obesidade. Os resultados variam, no entanto, dependendo das circunstâncias individuais e da quantidade de peso que o indivíduo deseja ou precisa perder. Isso ocorre porque o jejum intermitente não é uma “dieta”, mas sim um programa de alimentação, que demanda adaptações alimentares a longo prazo.

Há relatos de pessoas que conseguiram eliminar mais de 30kg apenas fazendo o jejum.

*Mas o jejum intermitente não serve para todo mundo, se você tem diabetes, é gestante ou está amamentando, ou tem problemas renais, você não deve fazer esse tipo de dieta.

Eu estou fazendo o jejum a menos de uma semana e já estou vendo os resultados. Não estou sentindo fome e nem fraqueza, para mim está funcionando!

Você pratica o jejum intermitente? Conta pra mim!!!!

Gostou desse post? Deixe seu comentário!

Redes sociais

Instagram: @matozolarissa

Facebook: Coisas de Larissa

Bjsss L.C 

Fonte: https://www.minhavida.com.br/alimentacao/tudo-sobre/22625-jejum-intermitente

https://vivabem.uol.com.br/alimentacao/dieta/jejum-intermitente.htm

Imagem: Google