Sua casa reflete o seu interior

A nossa casa é uma extensão do nosso próprio EU, assim sendo, desde a escolha de objetos, cores, organização, limpeza etc, tudo está relacionado à maneira que nos tratamos, bem como reflete nossa personalidade e as coisas que nos são importantes.

Quando eu morava em outra cidade, frequentava o grupo de mulheres da igreja e elas batiam muito na tecla de que nossa casa exterioriza o nosso interior.

Minha casa era muito bem arrumada, com cada coisa em seu lugar, limpinha… Assim como uma casa deve ser. Mas, em uma dessas reuniões me lembrei de que havia um quarto em minha casa onde nós depositávamos todas as bagunças.

O quarto seria um escritório, mas ele nunca se tornou um. Colocávamos lá caixas e mais caixas, coisas velhas, que poderiam ter utilidade algum dia (e nunca tiveram), lá tinha de tudo! E era um quarto bagunçado!! Eu não deixava ninguém entrar nesse quarto, se a visita chegava ele logo era trancado com chave.

Foi então que percebi que eu guardava bem escondido dentro de mim um quarto da bagunça.

Eu ia despejando lá todos os sentimentos, pensamentos, pessoas, lembranças, defeitos… tudo o que eu não queria lembrar, sentir e pôr pra fora.

Não queria lembrar e pensar em tais coisas, então remontava tudo nesse quartinho dentro de mim. Eu tinha um quartinho da bagunça interior, assim como tinha um quartinho da bagunça na minha casa.

Talvez você não acredite que uma coisa tem haver com a outra, mas tem!

Quer exemplos? Casas muito bagunçadas refletem um interior confuso, pessoas que precisam se reestruturar novamente. Quando os pensamentos estão confusos e desordenados, automaticamente deixamos de organizar nosso lar. Prestem atenção quando a bagunça se instalar, isso denota uma tendência a estados depressivos, serve como um alerta!

Ambientes muito escuros e fechados revelam pessoas que possuem grande dificuldade de relacionamentos. Normalmente são pessoas tímidas e que acreditam que o mundo é uma ameaça.  Quanto mais luz e ventilação, maior a entrega nos relacionamentos em geral.

E o que dizer das paredes que começam a sofrer com umidade e bolor? Quando as paredes começam a embolorar, significa que há pessoas que necessitam de cura dentro deste imóvel ou pode ser a família toda. Vale lembrar que a doença não é só física, muitas vezes, são padrões mentais negativos que precisam ser transformados. Pessoas que vibram muita negatividade, reativas  e que não acreditam no melhor da vida.

Armários abarrotados, excessos de objetos, revelam pessoas acumuladoras. São aquelas pessoas que possuem dificuldades em desapegar e, ao mesmo tempo, estão muito presas ao passado e lembranças. Tais pessoas podem ter dificuldade em perdoar e em compartilhar o seu melhor com os outros, revelando avareza.

Vazamentos hidráulicos revelam pessoas que possuem grande dificuldade de fluir com a vida.  Geralmente, revelam pessoas controladoras. As pessoas controladoras precisam de muitas confirmações para se sentirem seguras, mas, na verdade, o excesso de controle revela uma carência que precisa ser curada. Quando os vazamentos se instalam, as perdas financeiras ocorrem concomitantemente.

As portas de entrada são a principal atração de um imóvel,  isso porque elas revelam sobre como são seus moradores em personalidade e nos cuidados pessoais. As portas estão relacionadas com a autoestima. Quando uma porta está deteriorada, emperrada, suja etc, revela a falta de amor consigo mesmo e isso refletirá na vida em geral. 

Viu como nossa casa nos alerta sobre nosso interior? Ninguém consegue viver em meio a bagunça, certo?!

Comece a prestar mais atenção na sua casa e em você. Você e sua casa merecem ser limpos e livres de toda a sujeira.

Não sabe por onde começar? Tem um post no blog falando sobre ‘destralhar’, ‘desapegar’ nesse post dou muitas dicas legais para você começar. (AQUI)

Desde o ano passado estou fazendo uma catança em minha casa e em meu interior. Muitas coisas mudaram, mas ainda há muito pela frente.

Espero que esse post possa te ajudar a identificar certas situações em sua vida e que você tenha ânimo para sair do lugar!

Gostou desse post? Deixe seu comentário!

Redes sociais

Instagram: @matozolarissa

Facebook: Coisas de Larissa 

Bjsss L.C <3

Fonte: https://www.revistahabitare.com.br/decoracao/sua-casa-reflete-o-seu-interior/

Imagem: Google

O que 2018 me ensinou

2018 oficialmente começou para o blog! Os posts voltarão com força total e o conteúdo estará cada vez melhor.

Eu preciso contar para vocês como 2018 foi para mim, não poderia deixar passar…

A palavra que define 2018 para mim é MUDANÇA.

Foi o ano em que eu mais mudei. Mudei por fora, mudei por dentro, mudei de casa, mudei de profissão…

Por várias vezes me vi em situações que me “forçaram” a mudar. Situações que pediam atitudes que talvez antes eu não teria.

Eu aprendi a me libertar de diversas crenças limitantes, estava com a mente aberta para novas experiências.

Eu aceitei o novo mesmo com medo e com receio, e descobri que foi a melhor decisão que já tomei.

Me libertei de preconceitos, comecei a enxergar os outros e a me enxergar de maneira diferente. Tive um olhar de compaixão, empatia…

2018 foi o ano em que eu me desafiei a emagrecer, cuidar da saúde, do corpo e consegui! Percebi que quando queremos algo de verdade, nos empenhamos com toda a nossa força para alcançar.

Em 2018 eu perdoei e me perdoei.

Mudei de profissão, nunca me imaginei sendo maquiadora e estou amando!

Mudei de casa, foi uma mudança necessária e eu e meu esposo estamos adorando.

Tirei o cabelão comprido e aderi ao curtérrimo, amei o resultado e pretendo ficar com o cabelo curto por um bom tempo.

Fiz novas amizades maravilhosas e mantive as antigas.

Acredito que um dos motivos de todas essas mudanças em minha vida foi por causa de um livro que minha tia me emprestou.

O livro se chama ‘Você pode curar sua vida, de Louis L. Hay’.

Esse livro fala muito sobre nosso interior, das feridas, das limitações, das mágoas… E ensina como podemos realmente nos libertar de todas essas coisas que só atrasam nossa vida e nos puxam para baixo.

Depois que li o livro e comecei a por em prática os ensinamentos minha vida realmente começou a mudar. E foi só mudança atrás de mudança.

Em 2018 eu mudei para melhor, meu marido fala que sou outra pessoa.

Só tenho a agradecer o ano que passou e todos os ensinamentos que ele me trouxe. Tirei uma lição de cada momento bom e ruim.

Creio que 2019 será o ano de muitas realizações em minha vida, vida me surpreenda positivamente!!!

Como foi 2018 para você? Me conta!!

Gostou desse post? Deixe seu comentário!

Redes sociais

Instagram: @matozolarissa

Facebook: Coisas de Larissa 

Bjsss L.C <3

Imagem: Google

2019, lá vamos nós!

Oi gente!!!!

Estou muuuito feliz por começar 2019 com vocês, e ainda mais feliz porque o blog Coisas de Larissa está completando 1 ano!

Muito obrigada pelas visualizações dos posts, pelos comentários na página no Facebook, pelas curtidas… Enfim, só tenho a agradecer!

Nesse novo ano vou me empenhar muito mais para trazer conteúdos relevantes para vocês e sei que o blog vai crescer!

O que eu queria falar para vocês nesse primeiro post de 2019 é: comece o ano com tudo.

Não pense que nada irá mudar, que todo ano é a mesma coisa, que não vale a pena traçar metas e objetivos, porque vale sim!

Acredite em você, nos seus sonhos, no seu potencial. Você pode, você consegue!

Se esforce, corra atrás do que você quer, FAÇA acontecer.

Tire um tempo para pensar nas coisas boas e ruins que aconteceram com você em 2018 e veja que existe uma lição, um aprendizado em cada situação.

Desejo de coração que seu ano seja maravilhoso, repleto de bênçãos, alegrias e que acima de tudo você seja grato.

Ao acordar diga: Vida, me surpreenda positivamente! E esteja atento aos acontecimentos do seu dia. Você vai ver que todo dia será surpreendido para o bem.

É isso… Vamos nos aventurar em mais um ano juntos?

Gostou desse post? Deixe seu comentário!

Redes sociais

Instagram: @matozolarissa

Facebook: Coisas de Larissa 

Bjsss L.C <3

Imagem: Google

As reflexões de fim de ano

Todo último dia do ano é correria para terminar mais um ciclo da melhor forma possível. É o look pra combinar, são as comidas pra dar sorte, é o lugar exato com as pessoas exatas, nada pode ter erro. Além de tudo isso, nós procuramos repensar tudo que vivemos durante o ano, os altos e baixos, as alegrias intensas e a tristeza doída.

A partir daí resumimos o ano em uma palavra, e buscamos aprender com essa aula de período extenso e sem férias que é viver. Enquanto pensamos, vem até nossa mente aquelas pessoas que fizeram a diferença.

Todo ano conhecemos alguém que modifica tudo, que nos refaz, que habita em nós sem nos darmos conta, que apelidamos de presente do ano. Quem nunca, não é mesmo? Esse alguém vem para nos acrescentar, para nos fazer transbordar, para ser oposto e ser igual, para um laço tão intenso ser criado que nada, nem mesmo as pessoas que vivenciam isso conseguem explicar. O tal alguém que faz com que você veja a vida de outra forma, o tal alguém que faz parte não só do ano, mas agora da sua vida. O alguém que fez valer a pena.

E os velhos alguém? Aqueles que passam dias, meses, anos e continuam com você. Nesses encontramos a magia do tempo passar e tudo parecer intacto, a magia de crescer com o outro e ter o privilégio de acompanhar as vitórias do outro, ter o companheirismo de estar ali quando o momento não é de festa. Essas pessoas nos fazem ver como funciona a roda da vida, ela gira, gira, gira, e por mais que haja medo e espantos, os fortes permanecem em seus lugares.

Também é nessa época que nos deparamos com aqueles que nos fizeram mal, tenha sido de propósito ou não. E nesse momento devemos agradecer pelos acontecimentos, nós também não estaríamos no lugar que estamos se não existissem os maus episódios da vida, se não aprendêssemos com eles. Quando algo ruim acontece, por mais que doa nós temos que olhar com lucidez e ver o que podemos tirar pra gente como aprendizado.

Pensamos em nós, em como fomos, em como somos. Começamos o ano com certas ideologias e crenças, e no final estamos mudados. A palavra para isso é amadurecimento, na maioria das vezes. A questão é que as experiências que vivemos nos fortificam e com elas nós podemos ser mais, nós podemos ir além, e vamos. Aprendemos a interpretar e como já dizia Erasmo Carlos é preciso saber viver. Está aí. Aos poucos aprendemos a viver.

O ano é uma experiência, um ciclo que tem data de início e de término. Cabe a nós fazer com que seja uma experiência valiosa e que consigamos desenvolvê-la do jeito mais possível ao nosso gosto. Diante tanto tempo acontece muita coisa. É muita ida e muita volta. São passos pra frente e depois passos pra trás. E na correria maluca em que vivemos, nós deixamos muita coisa passar despercebido. Nós não contemplamos o agora, nós reclamamos do agora com a esperança de que o futuro será diferente só porque é o futuro.

O futuro não será diferente, sabe o motivo? Pois se você não fizer nada no presente para que o futuro seja diferente, ele não será. Porque a vida é isso. A vida é doer, temer, lutar, encorajar, chorar, sorrir, vencer, perder, amar, sonhar, dançar, cantar, radicalizar. E quando um ano começa, nós temos a chance de fazer tudo isso para estar sempre fazendo cada vez mais disso.

Então, quando um ano acaba surge a oportunidade de você agradecer por tudo que houve e refletir sobre os seus erros. Quando um ano acaba é tempo de deixar para trás os episódios ruins e prosseguir com você os aprendizados. Quando um ano começa é você ter a esperança e o sentimento de renovação. Imagine paz, seja paz. Imagine amor, seja amor. Sonhe e torne realidade. A vida é um sopro, e o ano novo é um pulmão experiente onde você poderá respirar novamente e fazer diferente.

Apenas seja sempre grato pelo agora, e caso queira se preocupar, se preocupe com o agora. Nós vivemos o presente e é ele quem merece nossa atenção e nosso esforço. Agradeça as pessoas que você ama e que amam você. Agradeça a si mesmo. Agradeça a plenitude de se sentir infinito e vivo. Seja todo dia ano novo, seja todo dia esperança e amor.

Gostou desse post? Deixe seu comentário!

Redes sociais

Instagram: @matozolarissa

Facebook: Coisas de Larissa 

Bjsss L.C <3

Fonte: http://obviousmag.org/doce_menina/2016/as-reflexoes-de-fim-de-ano.html

Imagem: Google