Dicas da Lari – Livro “As cinco linguagens do amor”

Como essa é a Semana do Casamento, a minha dica de hoje não poderia fugir do tema.

Quero indicar para vocês um livro excelente e edificante para os casais casados e os que estão prestes a se casar, o livro se chama “As cinco linguagens do amor”.

O livro foi escrito pelo conselheiro em relacionamento Gary Chapman, no livro o autor nos leva a entender que nos comunicamos de 5 maneiras diferentes, que seriam as 5 linguagens do amor.

Essas cinco linguagens se tratam da forma como expressamos e recebemos amor, de como nos sentimos amados. Em um relacionamento você pode estar demonstrando que ama uma pessoa da forma que você gostaria de ser amado, que na maioria das vezes não é a forma que seu cônjuge se sente amado.

Para deixar mais claro: Se você só fala português e se apaixona por uma pessoa que não fala sua língua, para que este relacionamento dê certo você tem que aprender a falar a língua da outra pessoa, não é mesmo? Se não, a comunicação irá falhar e provavelmente o relacionamento terá muitos problemas… O mesmo serve para a outra pessoa.

Ok, Larissa, mas quais são essas cinco linguagens do amor?

São elas: Palavras de afirmação, Tempo de qualidade, Presentes, Atos de serviço e Toques Físicos. Vou especificar cada uma dessas linguagens para ficar mais explicadinho.

 

PALAVRAS DE AFIRMAÇÃO: Esta é a linguagem daquela pessoas que precisam ouvir elogios, palavras de admiração, palavras de encorajamento e precisam ouvir “Eu te amo”.

TEMPO DE QUALIDADE: Esta é a linguagem daquela pessoa que gosta de estar junto, precisa de atenção e dedicação. Não adianta estar junto assistindo a TV, vocês precisam estar fazendo alguma coisa juntos, conversando, passeando. Ela precisa se sentir importante pra você e perceber que você está se dedicando a ela.

PRESENTES: Esta é a linguagem daquela pessoa que se sente amada ganhando presentes. Que fique claro que não necessariamente precisa ser algo caro e sim algo concreto, uma carta, uma flor, um chocolate… Algo que a faça perceber que de alguma forma o parceiro estava pensando nela.

 

 

ATOS DE SERVIÇO: Esta é a linguagem daquela pessoa que geralmente está sempre executando algum serviço de casa: cozinhar, limpar, arrumar a casa, cuidar dos filhos. A melhor forma de você fazer essa pessoa se sentir amada é colocando a mão na massa. Ajude, ofereça-se para fazer algo, fale “Querida, pode deixar que hoje eu lavo e seco a louça”, ou “Meu bem, eu te ajudo a lavar o carro”.
TOQUE FÍSICO: Como o nome já deixa claro, esta é a linguagem daquela pessoa que gosta realmente de estar em contato físico constante com o parceiro. Para ela, um abraço vale muito mais do que um presente caro. A melhor forma de fazer seu parceiro feliz é com carinhos, beijos, abraços, andar de mãos dadas…
Então, você pode lotar seu parceiro de carinhos e beijos (toque físico), mas se ele for do tipo que precisa de palavras de afirmação; ele ficará reclamando que você não o ama; mas você não irá entender, pois insiste que demonstra amor o tempo todo. O que geralmente acontece na maioria dos relacionamentos é você demonstrar seu amor na sua linguagem e não na linguagem do seu parceiro.
Essas são as cinco linguagens do amor de que se trata o livro. Depois que acabei de ler o livro percebi que estava falando a linguagem de amor errada de meu esposo, a linguagem real dele é Palavras de Afirmação. Perceber isso e me corrigir só foi possível depois da leitura do livro, adorei muito e acho que todos os casais deveriam lê-lo! Ah, a minha linguagem do amor é Tempo de Qualidade.

O que você achou da minha dica de hoje? Já leu “As cinco linguagens do amor”?

Conta pra mim como foi sua experiência com o livro!

 

Perdeu o Dicas da Lari da semana passada? Leia AQUI

 

 

Gostou desse post? Deixe seu comentário!

Redes sociais

Instagram: @matozolarissa

Facebook: Coisas de Larissa

Bjsss L.C 

 

 

 

 

Fonte: http://www.conchegodasletras.com.br/2016/08/resenha-as-cinco-linguagens-do-amor.html

Imagem: Google