Como escolher a base certa?

Escolher a base no tom ideal de nossa pele é sempre um desafio e muitas meninas ainda estão nesse dilema.

Prometi no post “Como montar um kit de maquiagem para iniciantes” que iria ensinar a escolher a base ideal e aqui estou!

É preciso saber que o tom ideal para você muda conforme a marca da base.

Outro fator que também pode dificultar na escolha são os dias quentes e os dias frios. Eu sofro com isso porque no calor minha pele fica mais “queimadinha”, e no frio fico tão branca que pareço um fantasma kkkk.

Então sempre compro dois tons de base, uma para usar nos dias quentes, e outra para usar no frio.

Mas o que todas querem saber mesmo é: como escolher a base certa?

Calma que eu já vou contar! Depois de muito tempo penando com isso, fui aprendendo com os erros e acertos a escolher a base ideal para mim. Segue as dicas:

 

°Conheça sua pele

Antes de escolher a base, é importante saber qual é o seu tipo de pele.

Pele normal: o tipo de pele que mais favorece a maquiagem, pois se adapta às diferentes texturas.  A escolha pode ser feita pela funcionalidade da base, durabilidade e o efeito esperado.

Pele oleosa: prefira cobertura matte, opaca e oil free. Essa combinação de fatores vai fazer com que a maquiagem dure por mais tempo porque o grande problema da pele oleosa é afetar a durabilidade.

Pele mista: a escolha pode ser feita pelo tipo de cobertura esperado, mas o importante é melhorar a oleosidade da Zona T com um primer antes de passar a base.

Pele seca: mais do que a base, a preparação é o passo mais importante. Antes da aplicação, prepare a pele com hidratante e água termal. O produto tem que ser mais hidratante, com opções luminosas.

Pele madura: bases leves, finas, com coberturas mais delicadas dão um resultado mais natural, porque as opções mais pesadas marcam as linhas de expressão.

 

°Onde testar?

Tenha em mente de que a base vai ser usada no rosto, então o teste do tom ideal tem que ser feito no seu rosto mesmo. Me ensinaram que eu deveria testar o tom da base em minha mão ou no pulso, mas sempre que eu fazia isso não dava certo!

O tom do rosto é mais claro do que o restante do corpo, quando eu comprava uma base conforme o tom do meu braço e aplicava no rosto, ficava com aquele aspecto de “sujeira”, como se algo tivesse grudado em meus poros (um horror).

 

°Encontrando o tom ideal

Como eu já disse, o tom deve ser testado no rosto mesmo. Eu faço o teste com três ou quatro tons que mais se aproximam ao tom de minha pele do rosto.

Sempre teste a base na altura do queixo ou da bochecha, isso facilita na hora de decidir sobre a tonalidade. Aquela que ficar “invisível” em sua pele é o seu tom ideal.

Obs: se quiser maior precisão no tom faça o teste no pescoço também.

 

°Escolhendo o tipo de base

Existem diversos tipos de base e cada textura oferece um resultado diferente em cada pele, portanto isso também deve ser levado em consideração na hora da escolha.

Base líquida: é mais fácil de aplicar e tem maior cobertura. Ela é ideal para peles secas e com rugas, pois não acumula. Pincel com cerdas sintéticas e os próprios dedos são ótimos instrumentos para aplicá-la.

Base em mousse: não tem uma cobertura tão boa quanto a líquida, mas deixa um acabamento natural. Pode ser usada tanto para peles secas quanto para as oleosas, pois a maioria é oil free. Usar o pincel é a melhor maneira de aplicá-la e, de preferência, os que tenham cerdas sintéticas.

Base em pó: para quem tem pele oleosa, a melhor base é a em pó, já que sua textura ajuda na absorção da oleosidade. Para quem gosta de pele sem brilho, essa também é uma boa opção. Pincéis bem macios de cerdas naturais e esponjinhas ajudam a aplicar a base em pó e deixá-la com um aspecto mais natural.

Base cremosa: sua principal vantagem é que possui uma alta cobertura. Ela não é indicada para quem tem pele oleosa e também se deve evitar usá-la de dia. Pincéis com cerdas sintéticas são boas opções para aplicá-la.

 

°E se mesmo assim eu comprar a base errada?

 Não precisa jogar o produto fora. Você pode usar sua imaginação para dar uma utilidade à base.

Se ela estiver mais escura, use-a para contornar seu rosto ou misture um pouco de hidratante para clareá-la. Se estiver mais clara, use-a para iluminar seu nariz e alguns pontos do rosto.

 

 

Ficou mais fácil escolher a base certa agora? Conta pra mim o que achou das dicas!

 

 

Gostou desse post? Deixe seu comentário!

Redes sociais

Instagram: @matozolarissa

Facebook: Coisas de Larissa

Bjsss L.C 

 

 

 

 

 

 

Fonte: https://www.dicasdemulher.com.br/como-escolher-a-base-certa-para-sua-pele/

http://revistadonna.clicrbs.com.br/beleza/manual-basico-tudo-que-voce-precisa-saber-na-hora-de-escolher-comprar-e-aplicar-base/

http://www.fiquediva.com.br/noticia/como-escolher-a-base-certa-para-o-tom-de-pele-dicas-para-nao-errar-na-hora-de-comprar-a-maquiagem_a6037/1

Imagens: Google